Cientistas descobrem tratamento que pode curar a calvície

Dois em cada três homens começa a ver os primeiros sinais de perda de cabelo por volta dos 35 anos. Por todo o mundo, vários grupos de cientistas estão a investigar uma solução para este problema que, em muitos casos, afeta a autoestima masculina. Nesta última semana chegou uma nova esperança, diretamente do Reino Unido.

Um grupo de investigadores da Universidade de Manchester recolheu amostras de cabelo de 40 pacientes que foram submetidos a uma cirurgia de transplante de cabelo. Em menos de dois dias, o cabelo cresceu graças a um tratamento com ciclosporina A, um medicamento imunossupressor também usado para tratar a osteoporose (na galeria de imagens acima pode ver 10 mitos e verdades sobre a calvície).

Nathan Hawkshaw, co-autor do estudo, ficou entusiasmado com os resultados, mas há uma consequência negativa: a perda de desejo sexual. “Não estou muito animado com isto do ponto de vista clínico.”

No entanto, nem todos os especialistas ficaram esperançosos com esta solução. David Siverstein, dermatologista no Hospital da Universidade de Stony Brook, em Nova Iorque, nos EUA afirmou que esta investigação ainda é muito preliminar.

“Não estou muito animado com isto do ponto de vista clínico. Não podemos passar tudo o que foi feito em laboratório para a medicina humana“, avisou à Men’s Health David Siverstein.

Enquanto espera por uma solução infalível para a perda de cabelo, não se preocupe com a calvície. Os carecas também podem ser confiantes e atraentes.